A FUNDAHC (Fundação de Apoio ao Hospital das Clínicas da UFG), iniciou nesta segunda-feira (16), um projeto de gestão de custo para as unidades de saúde no município de Goiânia geridas pela instituição. O programa será conduzido pela Planisa na Maternidade Nascer Cidadão (MNC), no Hospital e Maternidade Dona Íris (HMDI) e no Hospital e Maternidade Municipal Célia Câmara (HMMCC).

“Ao final do projeto, teremos desenvolvido um sistema de gestão de custos e resultados específicos às características de cada unidade hospitalar”, explicou Alessandra Haruko Koga, gerente técnica da Planisa, destacando que o sistema é em nuvem e com número ilimitado de usuários, que terão acessos específicos de acordo com a função que exercem.

Informações e dados já existentes serão avaliados para que sejam propostas soluções inteligentes de otimização de custos, sendo assim instrumentos importantes para a gestão municipal. O projeto, já iniciado no Hospital Estadual de Jataí, também gerido pela FUNDAHC, deve agora atingir os três convênios da secretaria municipal. O objetivo é fazer com que essa gestão de custos seja aplicável para outros projetos da Universidade Federal de Goiás (UFG).

Durante os 12 meses de trabalho, haverá diagnóstico, levantamento de informações, mapeamento de processos com colaboradores e diretores das unidades, troca de experiências e análise de dados. Dois profissionais de cada unidade de saúde poderão fazer os treinamentos sobre Gestão de Custos oferecidos pela Planisa em formato de Educação à Distância (EaD).

“Estou empolgada, feliz e alegre com o projeto, porque sei que vai agregar às unidades. Vamos conseguir fazer melhorias gerais nos processos”, comentou Laila Cristina Ribeiro Borges, gestora de custos na FUNDAHC e responsável por conduzir a parceria com a Planisa nas unidades municipais.