O portal Exame publicou matéria, em 21 de maio, que apresentou os impactos da Covid-19 nos hospitais privados. Estudo da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), que analisa dados de operadoras de planos de saúde, mostrou que, até agora, o principal impacto da doença para essas empresas tem sido mais leitos vazios. A taxa média de ocupação de leitos caiu de 69% em abril de 2019 para 50% em abril de 2020.

O diretor técnico da Planisa, Marcelo Carnielo, foi uma das fontes da reportagem e comentou o motivo desta queda de atendimento. “Está claro que o paciente está com medo de ser contaminado e o hospital não está faturando com o pronto-socorro. Isso indica queda importante de receita para os hospitais que têm um custo fixo alto”.

Confira a matéria, clique aqui.