O Brasil é um país de enorme extensão territorial, formado por diferentes regiões, com características culturais e climáticas distintas. As diferenças, no entanto, não estão apenas nos fatores mencionados acima, há irregularidades no setor da saúde.

O número de hospitais e a quantidade de médicos em cada região, por exemplo é bastante desproporcional. Na região Sudeste há 2,81 médicos por mil habitantes, enquanto na região norte são apenas 1,16, de acordo com o Conselho Federal de Medicina. Em 68,3 % das cidades brasileiras, são 0,40 médicos por mil habitantes.
Na enfermagem não é diferente, existem no Brasil 0,8 enfermeiros para cada médico, nos EUA são 4,0 enfermeiros para cada médico.

Os números deixam claro que nos municípios mais carentes é necessário o investimento em quantidade de profissionais. Apesar desta defasagem, no entanto, as unidades de saúde precisam manter um atendimento de qualidade e, neste ponto, a boa gestão de saúde pode ser determinante.

A Planisa tem ampla experiência no setor e atua com foco e determinação para o aprimoramento da gestão nas organizações de saúde. Confira nossos produtos, clique aqui.