No dia 01 de setembro, a Planisa promoveu a apresentação de abertura do Projeto de Gestão Estratégica de Custos e Melhoria Contínua dos Resultados na DRS de Campinas para 08 Unidades Básicas de Saúde daquele município e 02 Unidades Básicas de Saúde do município de Piraju – SP. O evento contou com a presença do Secretário de Saúde de Campinas – Dr. Carmino Antônio de Souza, da Diretora do Departamento de Saúde – Sra. Mónica Nunes e representantes dos distritos e unidades básicas de saúde de Campinas, da Gestora do Departamento de Saúde de Piraju – Sra. Luciana Bragança dos Santos Barroso, de representantes das unidades básicas de saúde de Piraju, do coordenador da Unidade de Coordenação de Projeto (UCP) da SES-SP – Dr. Ricardo Tardelli e da Sra. Jussara do Centro de Desenvolvimento e Qualificação.

O Projeto terá a duração de 12 meses nos municípios de Campinas e Piraju, ambos no Estado de São Paulo, o qual contemplará: um Plano de Trabalho, um Diagnóstico Organizacional e Situacional relacionado ao volume das operações, estrutura organizacional, nível de informações patrimoniais, contábeis e estatísticas, para fornecer subsídios à coleta, análise de informações e estimativa de custos, a serem coletadas e analisadas em etapas futuras, organização e acompanhamento do processo de coleta de dados, implantação de solução de informática, apuração e análise dos custos de cada unidade e benchmarking entre as unidades participantes.

Ao final do Projeto estima-se: uma melhoria dos níveis de eficiência técnica das Unidades Básicas de Saúde, ganhos econômicos através de instrumento de controle e gestão e, em decorrência, geração de mecanismos para redução de desperdícios e melhoria na qualidade assistencial nas Unidades Básicas de Saúde; uma gestão efetiva das unidades, suportada pelo acompanhamento periódico de indicadores de desempenho e operacionais, utilização dos recursos, custos totais e unitários; efetivos avanços no âmbito da padronização da metodologia de apropriação dos custos incorridos nas Unidades Básicas de Saúde e disseminação de uma cultura mais uniforme de avaliação da eficiência e eficácia dos recursos disponibilizados; consolidação da técnica avaliativa de benchmarking, identificando as unidades com melhor desempenho e assim servir com o roteiro para que outras melhorem seu desempenho e profissionais plenamente capacitados na gestão estratégica de custos e na avaliação de eficiência do recurso público em todas as Unidades Básicas de Saúde participantes do projeto.

 

Confira as fotos: